quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

COVID-19: VACINAÇÃO PODE COMECAR EM DEZEMBRO DE 2020 NO BRASIL



Ministério diz que vacinação pode ser em dezembro se Pfizer obtiver autorização emergencial

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira 09.dez.2020 que poderá haver vacinação contra a COVID-19 no Brasil ainda neste mês de dezembro, ou no início de janeiro de 2021, se a farmacêutica Pfizer conseguir uma autorização emergencial junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

De acordo com o ministério, o ministro Eduardo Pazuello afirmou que a vacinação em dezembro depende também de a empresa conseguir "adiantar" uma entrega de doses.

A vacinação em dezembro ou no início de janeiro, informou a pasta, seria em caráter emergencial e atenderia a uma pequena quantidade de pessoas.

Após a declaração do ministro, a Pfizer informou o seguinte: “Em nota, o MS disse que o ministro Eduardo Pazuello afirma que se a Pfizer conseguir autorização emergencial junto a Anvisa e conseguir adiantar alguma entrega, o início da vacinação pode ser no fim de dezembro ou no início de janeiro de 2021. Mas isso seria em quantidades pequenas, de uso emergencial. Observando que a autorização emergencial depende da Anvisa e termos contratuais a serem definidos entre MS , Pfizer e/ou qualquer laboratório.”

A vacina da Pfizer começou a ser aplicada no Reino Unido nesta terça-feira (8). No mesmo dia, o governo brasileiro anunciou termo de intenção para comprar 70 milhões de doses da empresa.


REINO UNIDO INICIA VACINAÇÃO EM MASSA CONTRA O CORONAVÍRUS: COMO FUNCIONA E QUEM SÃO OS PRIMEIROS

Doze meses depois do primeiro surto conhecido de COVID-19 na China, o Reino Unido começou nesta terça-feira 08.dez.2020 a imunizar as primeiras pessoas da fila daquele que será o maior programa de vacinação da história do Reino Unido. A estratégia vem sendo chamada informalmente de "V-Day", um apelido que alude ao dia da vitória (Victory Day) contra os nazistas na Segunda Guerra Mundial e, agora, a um "Vaccine Day" (Dia da Vacina).

Doses da vacina produzida pela Pfizer/BioNTech serão distribuídas em cerca de 70 hospitais do Reino Unido para pessoas com mais de 80 anos e parte dos profissionais que atuam em unidades de saúde e em asilos.

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário