quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

PAU-BRASIL DE 600 ANOS É ENCONTRADO POR BIÓLOGOS NO EXTREMO SUL BAIANO

Uma árvore pau-brasil de idade aproximada de 600 anos e proporções inéditas foi encontrada no extremo sul Bahia.

A descoberta aconteceu a partir de expedições feitas pelo botânico Ricardo Cardim e pelo mateiro Alex Vicintim, que é empreendedor ambiental no município de Itamaraju. 

A árvore possui 7,13 metros de diâmetro e mede praticamente 40 metros.

 Ricardo acredita que se a árvore tivesse sido encontrada num outro país, como a Alemanha, por exemplo, certamente o governo faria um parque exclusivo para preservá-la, chamando atenção para sua história. 

A árvore tem um simbolismo enorme, pois nomeou o nosso País. E sobreviveu a cinco séculos de ferro e fogo da Mata Atlântica.

Ao longo de cinco séculos, o pau-brasil praticamente foi dizimado da mata atlântica, onde ocorre exclusivamente. Houve uma grande exploração predatória para produção de tintura vermelha e posteriormente arcos de violino.

Os poucos sobreviventes que restam na mata atlântica são jovens ou pequenos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário