quinta-feira, 4 de fevereiro de 2021

COVID-19 - MACAÚBAS CONTAVA ATÉ O DIA 02.FEV.2021 COM 534 CASOS CONFIRMADOS, DESTES 112 FORAM REGISTRADOS NOS ÚLTIMOS 26 DIAS. MÉDIA DIÁRIA DE 4,3 CASOS.


Segundo os boletins informativos divulgados diariamente pela Prefeitura de Macaúbas, através da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Saúde, sendo o primeiro divulgado no dia 06 de janeiro/21, onde anunciava 09 casos novos naquela data, e tinha 426 casos confirmados – totalizando todos os 25 boletins, que perfazem 112 novos casos registrados em 26 dias, ficando apenas o dia 28 de janeiro sem publicação. Hoje, (segundo boletim do dia 01/02/21), Macaúbas registra 534 casos confirmados, se subtraído os 426 registrados em 06/01/21, encontra-se o minuendo (resultado final da conta de subtração): 108, no entanto, somando os casos confirmados nas últimas 24h, dos 25 boletins publicados, acha-se a soma de 112 ou seja, uma diferença de 04 casos. Mas isso não é relevante. Importante é o aumento de 21% em apenas 26 dias, em relação a todo o ano de 2020, isso se deve por razões diversas. O que há de concreto é que temos uma média móvel/diária de 4,3 casos, o que é considerável e relevante.

Os especialistas dizem que a nova cepa encontrada no Amazonas, é mais transmissível do que a “original” chinesa, e que dentro de 30 dias irá se espalhar por todo Brasil ou seja, poderá causar um colapso no sistema de saúde. Imaginemos nós, se estes casos diários registrados em Macaúbas, precisassem de internação? Estaríamos em completo caos, visto que há apenas 05 leitos para Covid-19 na UPA e ainda esta unidade atende alguns casos da região.

Se assim for, a melhor saída continua sendo a precaução, já sabida por todos. No entanto, não é o que é percebido. A “sorte” é que os casos registrados têm apresentados sintomas leves, ou deve ter contaminado  apenas pessoas com alta imunidade. Por fim, não devemos esquecer os números, pois cada um representa um SER.


 FONTE: Blog Alécio Brandão

Nenhum comentário:

Postar um comentário