sábado, 18 de julho de 2020

GOSTARIA DE PARABENIZAR MINHAS AMIGAS QUE TRABALHAM NO CRAS E NA SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE PARAMIRIM QUE ESTÃO FAZENDO UMA CAMPANHA “BASTA DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER




A violência contra a mulher é todo ato que resulte em morte ou lesão física, sexual ou psicológica de mulheres, tanto na esfera pública quanto na privada.
Às vezes considerado um crime de ódio, este tipo de violência visa um grupo específico, com o gênero da vítima sendo o motivo principal. Este tipo de violência é baseada em gênero, o que significa que os atos de violência são cometidos contra as mulheres expressamente porque são mulheres.
As mulheres sempre foram descriminada culturalmente pela superioridade masculina, onde era vista como objeto do lar e que sempre sofreu diversas formas de violência.
Com o passar dos anos, as mulheres conquistaram seu espaço na sociedade, espaço esse que era exclusivo do gênero masculino, e assim ganhando proteções.
O Brasil, que faz parte de tratados internacionais, foi pressionado pela OEA a melhorar sua legislação, e com muita luta foi promulga a lei 11.340 de 7 de agosto de 2006 que dá tratamento especial aos casos de violência doméstica e familiar contra a mulher num esforço para combater essa prática.


PALAVRAS CHAVE: VIOLÊNCIA, MULHER, FAMILIAR, COMBATE.

A violência contra a mulher é fruto de uma evolução histórica, muitas vezes praticada por alguém do seu âmbito familiar, sendo um trágico quadro atual que vincula na sociedade devido à falta de informação e a conceitos socioculturais ainda enraizados.
Atualmente nossa sociedade ainda é machista, ainda carrega a concepção de que o homem é superior a mulher e assim muitas mulheres aceitando. É nesse momento que a violência ocorre, violência essas oriundas de relações afetivas – maridos/ex-maridos, companheiros/ex-companheiros, namorados/ex-namorados.
Vivemos em uma época em que as mulheres já tiveram bastantes conquistas, entre elas seus direitos, tendo por fim ganhado proteções em garantia do seu gênero, proteções essas oriundas de grandes batalhas para o combate e erradicação da violência contra a mulher, dentre esse artigo abordaremos a lei Maria da penha como forma de erradicação da violência contra a mulher e as políticas públicas de combate à violência contra a mulher.



BASTA DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER... LIGUE 180 !! 


Publicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário