quinta-feira, 15 de outubro de 2020

ELEIÇÕES 2020: COMO ESCOLHER SEU CANDIDATO, COMO DECIDIR ENTRE TANTOS QUAL É O MELHOR?

 

No período das eleições municipais, todos nós ouvimos falar sobre o quanto é importante escolher bem os candidatos em quem pretendemos confiar nosso voto. Isso porque são eles os principais responsáveis pelo futuro da nossa cidade nos próximos anos.

Mas como fazer essa escolha? Como decidir entre tantos candidatos e partidos? Sabemos que não é um processo tão simples. Por isso selecionamos alguns critérios que devem ser levados em conta na hora em que você escolher o seu voto. Veja que questões são essenciais para você decidir quais as pessoas mais indicadas para assumir uma tarefa tão importante.

O primeiro passo para escolher nossos candidatos de forma mais assertiva é entender que a política está em todos os lugares. As ações dos governantes e parlamentares estão em praticamente todos os aspectos da sua vida, desde a calçada da sua casa, aquele buraco na rua até a assistência de saúde que você recebe quando fica doente. Ao votar, você concede a uma pessoa o direito de tomar decisões importantes por você.


VALORES COLETIVOS

Para além de seus valores pessoais, é preciso pensar no coletivo, afinal, aquele representante em quem estou votando vai ser responsável por toda a população no seu entorno.

Neste caso, procure um candidato que, ao mesmo tempo que defende pautas mais específicas para uma região ou grupo, entenda que tudo isso está contido na cidade, que é o que ele vai representar.


TRAJETÓRIA E MOTIVAÇÃO DO CANDIDATO

O que o representante em questão já fez pela comunidade? Pode ser uma ação mais localizada, para um grupo específico, do bairro, da escola, do condomínio. Consegue pensar em alguma?

Pense no caminho político daquela pessoa. O que será que levou aquele indivíduo a concorrer àquele cargo?

Se o motivo que você encontrar te parecer justo dentro das suas convicções para o coletivo, pode contar um pontinho para escolher esse candidato. Se não, talvez seja a hora de rever essa decisão.

CONHECIMENTO SOBRE O MUNICÍPIO

O município é o local de atuação de prefeitos e vereadores. E muito além de conhecer um bairro ou uma região, é fundamental que os candidatos entendam a dinâmica da cidade como um todo.

Na Câmara Municipal, os vereadores não decidem somente para seus locais de origem, mas votam projetos que, na maioria das vezes, impactam toda a cidade. O mesmo se aplica à atuação do prefeito.

Por isso, é essencial que quem quer ocupar esses cargos conheça a cidade e tenha um projeto abrangente e que faça sentido para todos os moradores.


ESCOLHER O CANDIDATO E O PARTIDO

Se atentar ao partido do seu candidato é fundamental especialmente no caso de vereadores.

Isso porque o sistema eleitoral brasileiro prevê o chamado quociente eleitoral, que significa que o voto que você dá a um candidato vai para o partido todo.

Sendo assim, você pode ajudar, sem querer, a eleger alguém em quem você não confiaria decisões políticas importantes.

A dica é conferir previamente a lista de candidatos do partido do qual seu escolhido faz parte.

MANTENHA-SE BEM INFORMADO

Não se desligue das notícias. Antes de escolher um candidato, procure acompanhar a cobertura política da imprensa - especialmente durante essa época de eleições.

Confie no jornalismo profissional e fique atento às fake news porque sabemos que elas vão surgir aos montes.

Se informando - sem confiar informações falsas, claro - você é capaz de exercer o voto de forma mais segura e embasada.

 

PESQUISE O HISTÓRICO PESSOAL

A primeira coisa a se fazer é obter o maior número de informações sobre o seu possível candidato. Procure se informar sobre o histórico pessoal e profissional do candidato, sua postura ética e a forma com que ele se relaciona com a sociedade.


PESQUISE O HISTÓRICO POLÍTICO

Em muitos casos, o candidato nestas eleições ocupa ou já ocupou alguma função parlamentar. Este é um segundo ponto importante, já que, para saber se o seu candidato irá desenvolver bem esse trabalho, nada melhor do que descobrir como ele desempenhou a função anteriormente.

Se o candidato está concorrendo a um primeiro mandato parlamentar, veja quais temas ele trata em sua vida profissional. O que ele já fez para ajudar a população? Se ele é médico, que tipo de serviço presta? Se é advogado, atua para quais organizações? A forma com que ele exerce sua profissão é um bom indicador de como ele desempenhará o cargo ao qual está concorrendo, se tiver dúvida não troque o certo pelo duvidoso.

BUSQUE AFINIDADE DE PENSAMENTO

Outro fator importante é que os seus candidatos possuam valores parecidos com os seus e compartilhem do seu ponto de vista ideológico. Lembre-se que eles serão os seus representante. Portanto, é importante que defendam o caminho que você acredita ser o melhor para a coletividade no seu município, estado ou país. Por isso, antes de votar, reflita sobre o que você gostaria de ver ser colocado em prática, e escolha alguém que possua as mesmas prioridades.


CONHEÇA O PARTIDO DO CANDIDATO

Além de saber sobre o histórico dos candidatos, é necessário conhecer também o passado e as bandeiras do partido ao qual ele é filiado. Análise qual é conjunto de idéias que o partido defende e que programa ele tem para a sua cidade, estado ou país.

CONHEÇA AS PROPOSTAS

Depois de conferir o histórico do candidato, chegou a hora de analisar suas promessas de campanha. As propostas devem ser possíveis de realização, bem elaboradas e é importante que deixe claro quais mecanismos serão usados para colocá-las em prática e de onde virá a verba para sua execução. Normalmente, os candidatos disponibilizam suas idéias em suas redes sociais, sites, discursos e planos de governo.

Outra forma de acompanhar as propostas é por meio da propaganda eleitoral gratuita. Neles você pode comparar as promessas que o seu candidato faz com as promessas feitas pelos outros candidatos.

 

ENTENDA AS ATRIBUIÇÕES DE CADA CARGO

Para saber identificar se as promessas do seu candidato são válidas, é preciso que você conheça quais as funções do cargo que ele está disputando. Por exemplo, é necessário entender que um candidato a vereador, caso eleito, terá a função de legislar e fiscalizar o trabalho do prefeito. Se o seu candidato está prometendo realizar obras ou ampliar as vagas em creches, saiba que esta promessa não é válida, pois ambas são atribuições do prefeito. Além disso, as promessas devem ser possíveis de serem cumpridas no período de mandato, que é de quatro anos.

Promessas que não são realizáveis podem significar duas coisas: ou o candidato não tem conhecimento do cargo que pretende ocupar, ou ele está agindo de má fé, fazendo promessas simplesmente porque ele sabe que dão mais votos. Ambos os casos são sinais de que o candidato não é o mais indicado para assumir uma função tão importante.

 


COBRE UM DIAGNÓSTICO DO MUNICÍPIO

Uma outra forma de avaliar o seu candidato é saber se ele tem um bom conhecimento acerca das necessidades do seu município, uma vez que as promessas devem ser baseadas naquilo que a cidade e os moradores precisam.

Observe quais problemas ele considera prioritários e se esses problemas convergem com aquilo que você percebe e com o que as enquetes elaboradas pelos institutos de pesquisa afirmam. Se o seu candidato faz um diagnostico errado das necessidades da cidade, é sinal de que ele não está bem preparado para assumir o cargo. É preciso haver compatibilidade entre as necessidades da cidade e aquilo que o candidato propõe.

Esperamos que nosso texto tenha ajudado você a definir o seu candidato, muito cuidado na hora de votar e não troque o certo pelo duvidoso.

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário