quarta-feira, 11 de novembro de 2020

ENTRE PÓLVORA, MARICAS E O RISCO À HIPERINFLAÇÃO, TEMOS MAIS DE 160 MIL MORTOS NO PAÍS LAMENTA RODRIGO MAIA


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, comentou em rede social as declarações do presidente Jair Bolsonaro: “entre pólvora, maricas e o risco à hiperinflação, temos mais de 160 mil mortos no país, uma economia frágil e um estado às escuras.”

“Em nome da Câmara dos Deputados, reafirmo o nosso compromisso com a vacina”, completou o chefe da Câmara.

Em dia de repercussão da ação da Anvisa de suspender os testes da vacina para Covid-19, Corona Vac, produzida pelo Instituto Butantã e laboratório chinês, Bolsonaro divulgou a notícia sobre o imunizante defendido pelo governador de São Paulo, João Doria, reacendendo o debate sobre a politização da vacina.

Maia faz referência também as declarações do presidente em evento no Palácio do Planalto, em que Bolsonaro diz que o Brasil precisa deixar de ser um "país de maricas", ao comentar o sobre a Covid-19.

O presidente também fez menção indireta ao presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden: "Assistimos há pouco um grande candidato a chefe de Estado dizer que se eu não apagar o fogo na Amazônia levanta barreiras comerciais contra o Brasil. Como é que nós podemos fazer frente a tudo isso? Apenas na diplomacia não dá. Porque quando acaba a saliva, tem que ter pólvora, se não, não funciona. Precisa nem usar pólvora, mas tem que saber que tem. Esse é o mundo", declarou o presidente, para uma plateia de empresários do turismo.

 

FONTE: Metro 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário