segunda-feira, 29 de março de 2021

COVID-19: AGLOMERAÇÃO TIRA A VIDA DE PARTICIPANTE, VIDEO MOSTRA A FESTA, A INTERNAÇÃO E A MORTE.... IMAGENS FORTES



“Nós só vamos conseguir diminuir a velocidade com que novos casos aparecem se não transmitirmos o vírus de uma pessoa para outra. A transmissão se dá pelo contato, por isso o isolamento é necessário”

Caso de necessidade não é visitar um amigo, ir à igreja, realizar evento em familia, tomar uma com a turma e nem fazer pilates. 

“Sair em caso de necessidade é sair para comprar alimentos, produtos de limpeza ou medicamentos”.

 E mesmo nesses casos, deve-se respeitar as regras de distanciamento social: banir aglomerações, não tocar em outras pessoas, usar a máscara, manter dois metros de distância uns dos outros e tapar o rosto com o cotovelo se for preciso espirrar, não levar as maõs ao rosto sem lava-las bem e passar álcol gel.


VÍDEO COM AGLOMERAÇÃO TRANSMITE CORANA VÍRUS



VÍDEO DE PARTICIPANTE INTERNADO


IMAGEM DO PARTICIPANTE FALECIDO

“Nós só vamos conseguir diminuir a velocidade com que novos casos aparecem se não transmitirmos o vírus de uma pessoa para outra. A transmissão se dá pelo contato, por isso o isolamento é necessário”

Caso de necessidade não é visitar um amigo, ir à igreja nem fazer pilates. “Sair em caso de necessidade é sair para comprar alimentos, produtos de limpeza ou medicamentos”, indica a infectologista. E mesmo nesses casos, deve-se respeitar as regras de distanciamento social: banir aglomerações, não tocar em outras pessoas, manter dois metros de distância uns dos outros e tapar o rosto com o cotovelo se for preciso espirrar.

As aglomerações que estão acontecendo, as festas, as confraternizações, as reuniões de amigos e famílias, ou seja, reuniões com pessoas que não fazem parte do nosso núcleo de convívio durante a pandemia, estão resultando em um aumento progressivo de pacientes que precisam de internação.

E hoje nós não temos mais a mesma capacidade, o mesmo número de leitos que tínhamos disponível há dois, três meses atrás. Se as pessoas não se conscientizarem que não é pra fazer reunião não vai adiantar chorar na porta do hospital depois e chamar a imprensa informando que não tem leito porque não terá leito.

“O Brasil está pecando por excesso e temos que fazer isso mesmo. "O seguro mesmo é não confraternizar até a população está toda vacinada".

Aglomerações podem acentuar escalada no número de infecções pela covid-19 e sobrecarregar sistema de saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário