quinta-feira, 25 de março de 2021

TÁ CHORANDO POR QUÊ E PRESENÇA, VÍDEOS DOS CANTORES CÉSAR MENOTTI & FABIANO


Tá Chorando Por Quê?

CÉSAR MENOTTI & FABIANO

'Tá chorando por quê?
Se você tem um Deus
Que cuida de você, oh
E jamais te esqueceu
Ele sabe de tudo
Que você 'tá passando
E mandou te dizer
Que Ele 'tá cuidando

Lembra de onde você veio
E aonde que você chegou
Lembra de todos os livramentos que você já passou

Nem era para você está aqui
Mas Deus falou assim
Esse aí vou levantar
E onde colocar a mão eu vou abençoar

Não chore quem cuida de você não dorme
Levanta, tem muita gente que te ama
Deus mandou te dizer que vai acontecer, oh
Deus mandou te falar que tudo vai passar

Lembra de onde você veio e aonde que você chegou
Lembra de todos os livramentos que você já passou…


PRESENÇA 

CÉSAR MENOTTI & FABIANO

Numa folha que cai
Numa nuvem que vai
Para além do infinito ficar
Num imenso clarão
Ou na escuridão
Sinto a mão de Deus
Minha alma tocar

No meu sangue a correr
Coração a bater
No sorrir ou quando estou sério
Sinto a força de Deus
Junto aos caminhos meus
Nas palavras ou mesmo em sonhos

Deus está presente quando eu canto
Deus está presente quando eu choro
E em meu pranto ele me consola
Deus está comigo nesta hora

Numa nuvem que vai
Em um gesto de amor
Na canção que eu ouço cantar
Na criança a sorrir
Na chuva a cair
Sinto a mão de Deus minh'alma tocar

Deus está presente quando eu canto
Deus está presente quando eu choro
E em meu pranto ele me consola
Deus está comigo nessa hora


Gostaria de agradecer ao meu amigo / irmão Beto da Banda Filomena Bagaçeira por me enviar esses belos vídeos, são lindos, traz alegria para meu coração e com certeza para nossos leitores também, são mais de 400.000 visualizações em 7 meses de aberto, nosso blog mostra as principais notícias de nossa Região, Estado e Brasil.

Nesse momento em que o Brasil passa por um pandemia que já tirou a vida de mais de 300.000 Brasileiros ficamos tristes com a crueldade inimaginável que ainda existe em nossa volta, muiltas pessoas se aproveitam desse momento de dor para enganar o próximo...

Os blogueiros, jornalistas, a impresa em geral sente um aberto no coração quando tem que fazer e publicar textos falando do falecimento de entes querido, de amigos (a), de pessoas que fez muito por nossa cidade, estado, país e poderiam fazer muito mais, mas, tiveram suas vidas tomadas pela COVID-19.

Como doi o coração quando precisamos mostrar pessoas pegando lixo para comer por terem perdidos o emprego, como ficamos tristes ao verem os músicos que traziam alegria a população passarem necessidades já são mais de 320 dias sem trabalhar, os restaurantes, bares... enfim o comercío em geral.

Segundo a Abrasel, entre os bares e restaurantes pesquisados, 44,1% não sabem como vão continuar abertos. Além disso, 77% das empresas pesquisadas não possuem recursos para pagamentos dos salários. A pesquisa revela também que 87,8% dos bares e restaurantes demitiram funcionários.

Quase 70% dos bares e restaurantes na BA fecharam ou podem encerrar atividades.

Dado é referente a pesquisa da associação na primeira quinzena de março deste ano de 2021. No comércio, mais de 4 mil lojas fecharam no estado, só no ano passado.

 “A ausência de espaços e palcos permanentes vai ser destruidor para o setor da cultura. Vai causar um impacto não só na questão do emprego, mas como na questão do turismo e na questão cultural. O artista não vai ter pode se apresentar e isso vai gerar um evento em cadeia”.

“Em 2019 a economia já vinha balançando, mas com o início da pandemia, as coisas pioraram bastante. Nós comerciantes entendemos a situação do agravamento da doença, mas também não recebemos solidariedade por parte dos nossos governantes para que a gente continuasse de portas abertas”. 

“Mantida as circunstâncias que já estão colocadas até o dia 1º de abril, com toque de recolher às 20h com e a possibilidade funcionamento até as 18h, fora as medidas do lockdown, já nos colocam em numa sentença de morte. A gente precisa reverter isso imediatamente para conseguir que o setor tenha sobrevivência, porque isso atinge diretamente cerca de 57 mil empreendedores na Bahia e algo em torno de 280 mil colaboradores”.

Quando a pandemia da COVID-19 passar, outra aparecerá, a da fome? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário