quinta-feira, 29 de abril de 2021

EDUCAÇÃO: ESCOLAS PARTICULARES GARANTEM RETORNO PRESENCIAL DAS AULAS NA SEGUNDA 03.MAIO.2021

O Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino da Bahia (Sinepe) informou hoje (29) ao Toda Bahia que o cronograma de retomada das aulas da educação infantil no modelo semipresencial está mantido mesmo com o indicativo de greve dos professores da rede.

Em assembleia realizada virtualmente na noite de ontem (28), o Sindicato dos Professores da Bahia (Sinpro), que reúne os educadores da rede privada, se posicionou contrário ao reinício das atividades em classe enquanto não forem aplicadas as duas doses da vacina contra a Covid-19 nos trabalhadores do segmento.

“O cronograma está mantido. As escolas estão convocando os seus professores para o reinício na segunda-feira, conforme decreto publicado pela prefeitura de Salvador (de número 33.812). Essa reabertura será facultativa e gradual, com todos os protocolos de segurança e divisão das turmas. Algumas unidades de ensino ainda estão optando por manter, nesse momento inicial, exclusivamente as aulas remotas, mas boa parte vai adotar o modelo híbrido, com o ensino semipresencial e à distância”, contou Jorge Tadeu Coelho, um dos diretores do Sinepe e proprietário do Colégio Miró, na Barra.

A expectativa do sindicato patronal é que 30% dos alunos retornem às escolas a cada dia, o que, para Tadeu Coelho, é um dos motivos para que os professores se sintam seguros para a retomada. “Essa retomada será aos poucos, ainda de forma semipresencial, o que é uma garantia a mais, além de todos os protocolos de segurança, de que os riscos de contaminação no ambiente escolar são mínimos”, frisou.

“Se houver greve, vai ser desgastante para a categoria dos professores. Não haverá aglomeração em sala de aula. Até porque isso não é permitido. As escolas estão se preparando há quase um ano para essa reabertura, elaborando protocolos, seguindo as recomendações dos poderes públicos. Vamos reabrir com segurança, acreditando que, aos poucos, mesmo aqueles pais que ainda estão resistentes a mandar os filhos para as escolas com receio, o façam com o tempo”, acrescentou.

O Sinepe não tem uma estimativa de quantas escolas particulares devem reabrir na segunda. No total, 300 unidades de ensino são filiadas ao sindicato, de um total de 800 existentes na capital baiana. Em Salvador, 145 mil estudantes estão matriculados na rede particular de ensino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário